quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Já são 19h15 de domingo?

Domingo está a chegar.
É o que qualquer adepto portista quer. 
Se fosse possível, as 19h15 podiam ser logo pelas 8 horas da manhã.
Não é querer dar muita importância ao adversário, que, actualmente, não é mais do que uma equipa média/alta, mas é a vontade de dar uma sapatada em todos aqueles que estão à espera que o F.C.Porto caia. E não são poucos.
O jogo de domingo e respectiva vitória, vai quebrar duas ideias que muitos apregoam ser um bloqueio na nossa equipa, que são: o F.C.Porto ainda não ganhou a nenhum grande este ano e o sporting ganhou no dragão para a taça. Uma correcção para os que seguem esta tendência, 1º o sporting não é um grande e sim, o sporting ganhou no Dragão para a taça e na taça, de longe a longe, acontecem estas surpresas, ou seja as equipas pequenas por vezes tendem a sobressair, tornando-se em mais um Torreense desta vida (com todo o respeito pelo Torreense).
A equipa que se encontra, neste momento, em primeiro lugar, treme semana após semana, salvaguardando-se numa fé inabalável, praticada por essas "capelas" de Portugal, que ,como qualquer outra, falhará numa determinada altura e será aí que a verdade na classificação surgirá.
Uma vitória categórica, mostrará, ainda mais, que somos uma equipa em crescimento e que apesar de jovem apresenta maturidade suficiente para encarar, com a seriedade necessária, os jogos que se avizinham. Sem esquecer a evidência de que o nosso treinador está cada vez mais identificado com o nosso clube e com o futebol deste país.
A referida vitória, não só terá as repercussões anteriormente referidas, como fará tremer, ainda mais, as hostes do benfica, onde os jogadores, a cada frase proferida, demonstram a insegurança que com eles convive, mesmo sabendo que a "seguradora Arbitrium" está presente. Tanto assim é, que até o próprio treinador do alto da sua modéstia (ironia), diz que as suas equipas fazem sempre melhores segundas voltas de campeonatos, o que é uma mentira redonda.

Vamos F.C.Porto!

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Seja aos 9, aos 2 ou aos 92

Antes do jogo realizado com o Vitória de Guimarães, toda a gente falava de um início de ciclo de jogos terríveis para o F.C.Porto.
Passados dois desses jogos, conseguimos perceber que houve, nos dois, momentos de grande futebol produzidos pela nossa equipa.
Primeira parte contra os vimaranenses, excelente futebol, do melhor visto por cá e em muitos campeonatos. Na segunda metade do jogo, vésperas de champions, era óbvio um abrandamento. Mas que houve qualidade houve.
No segundo dos jogos, este em Basileia, houve uma demonstração inequívoca de grande equipa de muito bom futebol e de grande atitude.
Estamos a melhorar. Não tenhamos dúvidas disso, sem nunca esquecer quantos novos jogadores tem este plantel e quanta juventude, junta, existe neste conjunto de jogadores. E se estamos a melhorar, deve-se à boa interpretação que os jogadores fazem do que o treinador pede.
Qualquer um pode questionar uma ou outra opção do nosso treinador, mas que ele tem qualidade e que a está a aplicar em prol do nosso clube, não tenho dúvidas.
O minuto 92 foi mítico para qualquer portista, não tenho dúvidas. Mas nós não vivemos do passado. Temos orgulho nele, mas queremos escrever mais e mais história. Por isso, apesar de tudo o que alguns andam a fazer por fora, eu acredito que somos nós a escrever o final. Seja aos 9, aos 2 ou aos 92.
Vamos F.C.Porto!

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Está nas nossas mãos

Gostei do que vi ontem.
Não festejei o empate, não está no nosso ADN, a não ser que esse mesmo empate nos desse direito à passagem de uma eliminatória ou qualquer um título. 
Não foi o caso, contudo foi um empate importante por tudo o que se passou em campo.
E o que se passou? Bem, o jogo que "eu" assisti, vi uma equipa com momentos muito interessantes de futebol, com garra e com consciência do que é um jogo da CHAMPIONS (para aqueles que acharam que era um jogo a feijões) e com consciência do que é um jogo da CHAMPIONS FORA DE CASA (também para aqueles que acharam que era um jogo a feijões fora de casa). Para além disto, assisti a uma arbitragem ridícula. A minha pergunta é: Será que o árbitro mandou sozinho? Digo isto porque a organização da prova não permite a repetição de lances duvidosos nos ecrãs dos estádios, contudo o lance do golo invalidado ao F.C.Porto passou vezes sem conta (demorou 1 minuto e dois segundos a invalidar, por isso vejam as vezes que não deve ter passado a imagem). Foi o árbitro que mandou colocar as imagens no estádio? Não me parece. Eu até acho que o golo é bem anulado mas da forma que foi, bem... avisem-me porque a qualquer momento a nossa equipa entra em campo para marcar a grande penalidade sobre Jackson Martinez, o árbitro está só acabar de ver as imagens, até porque ainda não passou assim tanto tempo.
Para a segunda mão, encarando com a mesma seriedade o adversário e aplicando um ritmo forte de jogo, desde o apito inicial, a eliminatória será nossa.
Não podia terminar sem mencionar que houve jogos, europeus, em que benfica e sporting foram prejudicados e logo no dia seguinte, os jornais record e abola faziam grandes manchetes com os "roubos escandalosos". Engraçado e ao mesmo tempo revelador daquilo que defendem, esses mesmo jornais, hoje, não fazem qualquer reparo, nas suas capas, ao que se passou ontem no jogo do nosso F.C.Porto. Como não sou como eles, que se escondem atrás de uma capa, à qual toda agente vê a cor, assumo que fiquei triste quando o benfica perdeu 7-0 com o Celta, ou quando o sporting perdeu 7-1 (12-1 na eliminatória) com o Bayern. FIQUEI TRISTE POR TEREM PERDIDO POR POUCOS.

Vamos PORTO!!!